#BEDA

[BEDA#8] Ausência

8.4.15



Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.


Carlos Drummond de Andrade 

You Might Also Like

6 comentários

  1. Gostei muito do seu blog, realmente passou sua identidade. Amei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigada Leila , Fico muito Feliz por ter gostado :)
      Beeijos !

      Excluir
  2. Texto Lindo o Carlos D. Arrasa!

    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
  3. E essa cabeçalho do teu blog aí? Nossa, fantástico. Parabéns mesmo!

    www.semsorte.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigada Gabriel Dias. Fico feliz por ter gostado. O cabeçalho foi eu que fiz *---* , Rsrsrs!
      Beijos !

      Excluir

SUBSCRIBE

Like us on Facebook